quarta-feira, 13 de agosto de 2014

O preço de ser feliz sentimentalmente

ser feliz sentimentalmente

Na verdade, a pessoa que namorou muito, ou foi casada durante anos, acumula experiências...tanto boas quanto ruins...então, ela também vêm carregada de traumas e engôdos, erros, tristezas. O que não significa que ela encontrará alguém lá na frente e não será feliz. Porém, ela tem que crer nisso. E o parceiro, também.

A responsabilidade com uma pessoa que já foi casada, É MAIOR. Se ela têm filhos, É MAIOR. É preciso correr riscos como o de um dos filhos dela, não te respeitar e NÃO GOSTAR DE VOCÊ. 

Então, antes de querer esse/a ou aquele/a, PENSE. Averigue, investigue, QUEM É AQUELA PESSOA. para depois, na frente, não sair falando MAL DELA POR AÍ. E não culpá-la por um monte de coisa, que na verdade, deveria ter sido tratada antes, antes de você estar namorando, ou seja, SOLTEIRO, SEM COMPROMISSO COM ALGUÉM.

Lembre-se de que TODO MUNDO TEM O DIREITO SIM DE SER FELIZ COM ALGUÉM.

Mas a um preço a se pagar. E ele pode ser CARO.

5 comentários:

  1. De fato a covivência nem sempre é fácil, ainda mais quando se trata de uma união com filhos de relacionamentos anteriores, pois muida-se a rotina, nem sempre os filhos são adaptáveis a novas situções, todavia se existe um sentimento verdadeiro supera-se todos os obstáculos, e pra sermos felizes, não devemos depositar todas as nossas expectativas em uma pessoas, e sim devemos nos dar a chance de sermos felizes, mesmo quando parecer impossível. ps: como sempre um ótimo tema para expormos nossa opinião)

    ResponderExcluir
  2. Oi Alex, esse vc pode descartar, é só pra avisar q por tempo indeterminado estarei sem o face, mas te acompanharei pelo blog. Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Fala aí Alex!!! É bem por aí mesmo. Juntei com uma mulher assim. Já com experiência de casamento, filho, papagaio, cachorro e uma relação tempestuosa com o exxxxx. Pesamos e medimos antes de juntar os panos. Posso dizer que hoje ela é feliz e eu muito mais. Pois podem não acreditar, mas existem homens por aí que busca o pacote pronto, principalmente aqueles que por um motivo ou outro não querem ter filhos (a responsa é muito grande para quem se importa). Agora a vida é uma dinâmica de impermanências que propõe constantemente a alternância das coisas. E se a gente é buscador, embarcamos nas ofertas da vida e experimentamos novos sabores. Hoje a familia está complementada com mais duas meninas e o filho de tabela, que tinha 5 anos, é homem adulto em formação com o respeito mútuo conquistado com muito esforço e trabalho. A rejeição existiu mais intensamente no início e agora bem menos. A grande maioria das mulheres (mães) são super protetoras e insanas na criação dos filhos. Muito em função da doação apegada a cria e de forma sem medida. Mas abro aqui um porém sobre a felicidade baseada no outro (não aocntecerá). Sem expectativas a coisa vai longe. Se se planeja muito e espera muito um do outro, a coisa vai melar mesmo. Viver o aqui e o agora tendo prazer com o prazer do outro é o grande lançe. Abraço, camarada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abraços! É isso aí mesmo, Deus abençõe a família! Lembrando sempre, que, a vida também é uma caixinha de surpresas e de repente você se vê em situações que nunca antes imaginava.....

      Feliz 2015 pra você e sua família!!!!

      Excluir
    2. Agradecido, anônimo... mas não vejo a vida como uma caixinha de surpresas. Penso que colhemos o que plantamos sempre. Que conscientes ou não fazemos escolhas que determinarão o desencadear de situações adversas. Certro é que a gente vive correndo, consumindo, competindo e muitas vezes nem nos damos conta das coisas que construímos automaticamente. Então surpresas acontecem em função de nossa falta de atenção íntima. Somos cocriadores de nossa existência e estamos no comando. Só não temos é tempo, coragem e desprendimento do modo operante que fomos treinados para atuar em sociedade. E assim não vemos esse poder todo em nós mesmos. Difícil acreditar nisso, né? Mas a responsabilidade é toda nossa... para tudo que nos acontece... sucessos e fracassos... felicidade ou tristeza... O que nos deixa infeliz não está no outro, mas em nós mesmos. Que 2015 seja repleto de possibilidades e experimentações para você.

      Excluir

Cuidado com o que você vai escrever aqui. Comentários anônimos são permitidos. Ofensas e Xingamentos não serão publicados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Real Time Web Analytics